top of page
  • Foto do escritorSAS Smart

SAS Smart vai lançar ferramenta de inovação e impacto no Web Summit

Mais importante evento de tecnologia e inovação do mundo, o Web Summit chega a mais uma edição e será realizado, pela primeira vez, fora da Europa. A partir da próxima segunda-feira (1º), a conferência vai reunir empreendedores digitais no Rio de Janeiro - e a SAS Smart estará lá, como startup beta, apresentando a CompenSAS. O Web Summit tradicionalmente conta com a presença de chefes de estado, fundadores e CEOs de startups e referências nas mais diferentes áreas para discutir o futuro da indústria tech.


O Web Summit é o maior evento de tecnologia e inovação do mundo (foto: Reprodução)
O Web Summit é o maior evento de tecnologia e inovação do mundo (foto: Reprodução)

No conceito usado pelos organizadores da feira, "startups beta" são empresas que tiveram lançamento exitoso, como é o caso da SAS Smart, que já opera seu sistema de prontuário eletrônico, o SIAS, e outros produtos, gerando receita.


Inovação e impacto social e ambiental

No Web Summit 2023, a SAS Smart vai lançar a CompenSAS, a primeira calculadora de créditos de carbono focada na telessaúde. A ferramenta inédita apura os deslocamentos evitados com a realização de teleconsultas, especialidade da startup, gerando menos emissão de gás carbônico na atmosfera.



A realidade do Brasil dá ainda mais relevância à ferramenta: segundo dados do Ministério da Saúde, o brasileiro viaja em média mais de 70 km para conseguir chegar até uma consulta médica. Quando o atendimento é para casos de mais alta complexidade, esse número sobe para 155 km, na média. Em regiões mais afastadas, os números são ainda maiores.


Evitar os deslocamentos desnecessários por meio de atendimentos em telessaúde é a forma da SAS Smart de manter o compromisso de ampliar o acesso à saúde com um olhar para o meio ambiente. "A nossa ferramenta tem tudo a ver com o evento porque fala de inovação com impacto", afirma a co-fundadora da SAS Smart, Sabine Bolonhini.


Quando e onde achar a SAS Smart?

Durante o Web Summit, que será realizado no Riocentro, a SAS Smart terá um espaço para apresentar a CompenSAS e outras de suas iniciativas. No dia 4, quinta-feira, último dia da conferência, a startup estará no palco Impact Startups Showcase, às 15h, para falar sobre a solução. Além disso, também no dia 4, a SAS Smart estará com um estande na ala de startups beta, onde já conseguirá demonstrar a CompenSAS funcionando.



Para Adriana Mallet, CEO da SAS Smart, estar no Web Summit é "um momento de muito aprendizado e troca e um reconhecimento de que a SAS Smart ocupa um papel relevante no cenário de inovação e impacto no Brasil". Segundo ela vai ser interessante perceber como o tema da saúde vai aparecer no evento. "O segmento está passando por um momento que pede transformações urgentes, e inovação e tecnologia têm um papel central na busca por soluções efetivas para os desafios complexos do setor da saúde", diz.


Outro ponto interessante do Web Summit é que ele fomenta encontros ao longo de toda a semana, com foco em aprofundar diálogos e trocas entre pessoas que estarão na conferência. Sabine e Adriana vão participar de um jantar com grupo de mulheres, de investidoras a fundadoras, para fortalecer a rede feminina no ambiente de tecnologia, inovação e investimento, notadamente ainda muito masculino.


A SAS Smart tem a maioria de sua equipe de liderança composta por mulheres. Adriana também estará no palco no dia da abertura do evento.


Lisboa, 2022

Sabine e Adriana participaram do Web Summit 2022, em Lisboa
Sabine e Adriana participaram do Web Summit 2022, em Lisboa

O Web Summit não é inédito para as fundadoras da SAS Smart: em 2022, Sabine e Adriana estiveram presentes no Web Summit daquele ano, realizado em Lisboa. Desde que começou, como uma reunião de apenas 150 pessoas em Dublin (Irlanda), em 2009, as diferentes edições já atraíram mais de 700 mil pessoas na capital portuguesa, além de edições de eventos irmãos no Oriente Médio, Estados Unidos e Ásia.


Em 2015, o Web Summit foi realizado pela primeira vez fora de Dublin. A cidade escolhida foi então Lisboa, que vem sediando a conferência desde então, atraindo mais de 70 mil participantes por ano.


Em 2022, Sabine e Adriana participaram como espectadoras. "É um 'Rock in Rio da inovação'", diz Sabine. "É um festival gigante, com muitos temas interessantes, muitas palestras bacanas".


Segundo ela, a participação permitiu uma "expansão de consciência sobre o que sabemos e o que não sabíamos em relação a esse ecossistema". Naquela edição, um dia do evento foi dedicado apenas a iniciativas relacionadas à saúde.


"Vimos o cenário da inovação da saúde no mundo, muitas iniciativas, como o uso de óculos de realidade virtual na medicina, a provocação de que a saúde precisa se reinventar, a percepção de que os 'outsiders', como profissionais de tecnologia que investem e inovam em saúde, estão trazendo as maiores inovações", conta nossa co-fundadora. Para ela, a saúde atrai - "e é importante que atraia, mesmo" - diferentes áreas do conhecimento.


Acesso como foco central

"A saúde precisa de uma nova maneira de se organizar, de ser distribuída", afirma. É o caso da SAS Smart, cujos produtos mais nichados amplia o acesso às pessoas que mais precisam e que carecem de especialistas. "Nossa preocupação central é o acesso", diz Sabine. "Continuo acreditando que a SAS Smart se diferencia por oferecer inovação pensada a partir do acesso", assegura.


"Poderemos validar isso no evento, mas acho que nos destacamos do ponto de vista de proposta de valor. Enquanto muitos investem em produtos, investimos em acesso, garantindo que a saúde chegue a mais gente". Ela afirma que o Web Summit no Rio será também um excelente espaço de troca com outras startups para que parcerias possam gerar mais acesso.


Rio, 2023

A expectativa é grande para o Web Summit Rio. "É muito legal ter um evento desse tipo e tamanho no Brasil", comemora Sabine. "Em Portugal, o estande do Brasil estava muito movimentado, com startups brasileiras se apresentando - ser agora a sede é muito bacana, porque chamamos a inovação para o Brasil e não o contrário", diz.




Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page