top of page
  • Foto do escritorSAS Smart

É oficial: SAS Smart vai assumir a telemedicina em Campinas

A prefeitura de Campinas (SP), maior cidade do interior paulista, com mais de 1,2 milhão de habitantes, segundo o IBGE, homologou a SAS Smart para assumir a telemedicina no município, via SUS (Sistema Único de Saúde). A startup vai implementar sua plataforma nos centros de saúde, policlínicas e para atendimentos de especialidades dos hospitais Mário Gatti e Ouro Verde.


Conforme previsto no edital, o sistema deverá ser capaz de realizar 70 mil consultas on-line por mês, o que representa cerca de 55% das 130 mil consultas presenciais realizadas nos centros de saúde (Atenção Básica) e nas policlínicas e ambulatórios de hospitais (Atenção Secundária). O contrato é de 30 meses.


Para uma startup com 6 anos de vida, assumir a telessaúde de Campinas com o nosso sistema significa ao mesmo tempo um reconhecimento de um trabalho sério que vem sendo desenvolvido, e também uma grande responsabilidade com a transformação digital no SUS" -- Adriana Mallet, CEO da SAS Smart

A prefeitura de Campinas destacou que a telemedicina vai aumentar a capacidade de atendimento no município, com acesso mais rápido aos resultados de exames e uma integração mais ampla dos profissionais dos vários serviços dos centros de saúde, especialidades e área hospitalar O objetivo é também poder unir os atendimentos presenciais e à distância.

A plataforma da SAS Smart vai passar a integrar a rede de assistência à saúde de Campinas por meio de sistemas já implantados, como o e-SUS, que fornece todas as informações dos pacientes, como exames, vacinas etc.


SAS Smart e Campinas

A SAS Smart tem um laço muito forte com Campinas. As duas co-fundadoras da startup, Sabine Bolonhini e Adriana Mallet, são ambas graduadas pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e lá começaram a desenvolver o que mais tarde seria a SAS Smart. Foi na região do município paulista que o aplicativo Emergência App foi inicialmente adotado.


Campinas é o 3º município mais populoso de São Paulo, ficando atrás apenas de Guarulhos, na Grande São Paulo, e da capital. É também a 14ª maior cidade do Brasil. A cidade, localizada a cerca de 1 hora e meia da capital, é reconhecida como referência em inovação.


Com polos como o CPQD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações) e o LNLS (Laboratório Nacional de Luz Síncroton), Campinas é considerada a 4ª cidade mais conectada e inteligente do País. "Para a SAS Smart, este contexto de pesquisa e inovação também é um fator importante na construção de parcerias para o avanço no desenvolvimento de tecnologias da startup", afirma Sabine.


O município buscava, desde setembro de 2021, uma empresa para implementar o sistema de telemedicina em sua rede pública de saúde, que inclui 67 postos, 3 policlínicas e as consultas de especialidades nos 2 hospitais.


O objetivo, segundo a prefeitura, era desafogar as unidades e permitir acesso mais rápido aos exames e integrar os profissionais dos centros de saúde, especialidades e área hospitalar. O processo de licitação chegou a ser suspenso mas foi relançado em outubro do ano passado.


Prazo de 3 meses

A homologação do pregão eletrônico do qual a SAS Smart participou e saiu vencedora foi publicada no Diário Oficial de Campinas na última terça-feira (23). Com a publicação, o processo segue para a Secretaria de Saúde de Campinas, que deverá empenhar os recursos necessários.


Depois disso, volta para a Secretaria de Administração para encaminhamento para a Secretaria de Justiça, que fará o contrato final e notificará a empresa para assinatura. O início do serviço deverá ocorrer dentro de três meses depois da emissão da ordem de serviço.

20 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page