top of page
  • Foto do escritorSAS Smart

Propósito e tecnologia estão na origem da SAS Smart; entenda

A história da SAS Smart começa anos atrás, com um triste fato. Em 2016, uma grande amiga de Adriana e Sabine, idealizadoras da startup, foi atropelada em uma calçada de uma rua movimentada de São Paulo e faleceu. A morte dela gerou revolta e protestos e o motorista, que estava embriagado no dia do atropelamento, seria condenado apenas anos mais tarde.


Imagem ilustrativa (foto: Burak The Weekender/Pexels)

O triste desfecho se deveu, em grande parte, à demora para que o serviço de emergência fosse acionado: embora estivesse a poucas quadras do local, a ambulância do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) demorou a chegar porque a pessoa que fez a ligação não sabia com precisão o endereço da ocorrência. Em tempo, sempre bom saber: o número para chamar o SAMU de qualquer lugar no Brasil é 192.


Tecnologia para salvar vidas

Da dor e do luto, mas com criatividade, nasceu a pergunta: como a tecnologia poderia transformar essa e muitas outras histórias de vida?


Munidas de um forte propósito e de mãos dadas com a tecnologia, Adriana e Sabine começavam a dar forma ao que seria a primeira solução da SAS Smart. O 192Smart, que mais tarde seria rebatizado de Emergência APP, fazia sozinho o trabalho do ser humano: ao perceber um acidente, a partir de sensores já existentes no celular, e de um algoritmo desenvolvido com os parâmetros-chave para detectar a colisão, o app acionava o SAMU ou o Corpo de Bombeiros de forma automática, ao mesmo tempo em que enviava aos socorristas a localização precisa da ocorrência.


Tela do sistema de prevenção de ocorrências do app 192 Smart
Tela do sistema de prevenção de ocorrências do app 192 Smart

Enquanto isso, o aplicativo "abria" o telefone para uma chamada em viva-voz, para que o acidentado, se tivesse condições, pudesse conversar com os operadores do serviço de emergência, relatando o que sentia e dando mais informações para quem faria o resgate. Além disso, o prontuário de saúde da pessoa acidentada era automaticamente enviada para o serviço de resgate, com as principais informações para agilizar o atendimento.


Era a tecnologia ajudando quem sofria acidentes de trânsito, dos menores aos mais graves, a ter um atendimento mais rápido, mais preciso, mais eficaz. A trajetória da SAS Smart estava apenas começando. A startup ainda desenvolveria muitas soluções de acesso à saúde Brasil afora.


Venha conhecer a nossa história. Durante as próximas semanas, vamos relembrar fatos importantes da nossa trajetória no blog e no LinkedIn da SAS Smart.

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page